Acessibilidade em Edificações de Hospedagem é Tema de Palestra na 32ª edição do Encatho & Exprotel

O tema sobre acessibilidade em hotéis, pousadas e similares é cada vez mais discutido devido à obrigatoriedade legal. Para proporcionar conhecimento aos hoteleiros, e aos profissionais das áreas de engenharia e arquitetura a oportunidade de acompanhar ou estar por dentro de decretos, normas e leis que trazem os parâmetros de acessibilidade no setor, o assunto será debatido no maior encontro de hoteleiros do sul do país.
A 32ª edição do Encatho & Exprotel, que tem como tema principal neste ano Soluções & Inovações na Hotelaria, abrirá espaço para o debate de um tema importantíssimo: “Novas Diretrizes de Acessibilidade em Edificações de Hospedagem”, o qual será ministrado pela arquiteta e Urbanista Elisa Prado. A palestra será no dia 14 de agosto, no CentroSul, com início às 13h30 e duração de uma hora.
Nesta palestra os profissionais das áreas de projetos, legalização, obras e manutenção obterão informações sobre o novo Decreto Federal Nº 9.296, de 1º de Março de 2018, que regulamenta o art. 45 da Lei nº 13.146, de 6 de julho de 2015, no que se refere aos preceitos de acessibilidade relativos ao projeto, à construção e adaptação de hotéis, pousadas e similares.
Segundo o último censo populacional, em 2010 havia cerca de 45 milhões de brasileiros com alguma necessidade especial. Para o Diretor-presidente da ABIH-SC Osmar José Vailatti, a intenção de colocar esta palestra no evento não é apenas dizer aos empresários que cumpram a lei e invistam na infraestrutura “Queremos abrir os olhos de todos sobre a questão social, o direito de todas as pessoas a terem, em qualquer local, espaços de lazer, diversão ou descanso, móveis adequados, facilidade de locomoção, de comunicação. Locais que acolham, que integrem e que proporcionem bem estar a todos os hóspedes”.
Elisa Prado
Arquiteta e Urbanista, pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, Pós-graduada em Tecnologia de Edificações para Engenheiros e Arquitetos pela POLI-USP, Elisa Prado é Mestra pela FAU-USP com o tema “Acessibilidade nos bens culturais imóveis”. De 2007 a 2012 trabalhou com a Comissão Permanente de Acessibilidade da Prefeitura de São Paulo (SMPED/CPA) ministrando cursos sobre o tema, avaliando projetos de adequação à acessibilidade e realizando vistorias técnicas. É professora do Instituto Mauá no curso de Pós-Graduação em Gestão Estratégica em Diversidade e Inclusão e representante do Instituto de Arquitetos de Brasil (IAB) na CPA. Como especialista em acessibilidade, seu objetivo é garantir a plena acessibilidade nos espaços edificados.
Fonte: VM Comunicação | Encatho & Exprotel
Créditos: divulgação Ebcatho & Exprotel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *